Flores para Crianças

Fernando Cardoso nasceu no Porto, mas aos quatro anos de idade veio para Lisboa, onde subiu a vida a pulso. Começou a trabalhar aos doze anos. É um dos melhores escritores de literatura infanto-juvenil, tendo  alguns dos seus livros alcançado o maior número de edições em Portugal. «Flores para Crianças», uma das suas obras mais conhecidas, atingiu já a 34ª Edição.

Muitos dos seus livros estão igualmente publicados em braile. Procedeu à única recolha, a nível nacional, da poesia popular, numa colectânea que consta de quatro volumes. Por tal facto, foi convidado a apresentar, na televisão, a rubrica «Poetas Populares». Notável poeta, publicou cinco livros de poemas. É autor de várias peças de teatro para crianças, jovens e adultos.

Actualmente, é professor universitário de Direito e de Literatura Infantil e Juvenil. Mais de meia centena de manuais escolares inserem pequenos extractos da sua vasta obra literária. Fernando Cardoso é, segundo alguns críticos e professores, o João de Deus do nosso tempo, quer como poeta quer como pedagogo. Atendendo ao conjunto da sua obra, foi distinguido com a «Palma de Ouro» pela Accademia Internazionale di Pontzen.

  In Portal da Literatura

Image

As flores cujo ramo o autor oferece às crianças, são apenas, em sentido figurado, um conjunto de adivinhas, curiosidades, anedotas, enigmas, canções, jogos, contos, magia, fábulas, pensamentos, lendas, provérbios, poesia, trabalhos manuais e teatro. Em meu entender, trata-se de uma obra muito útil, quer para os filhos, quer para os pais, os primeiros porque encontrarão nela abundante e sugestivo material que os ajude, não só a “matar o tempo”, como a aprenderem a entreter-se sozinhos; os segundos porque acharão nela pretextos para se relacionarem melhor com os filhos. Este livro, além de suscitar o espírito criativo das crianças, ensina-lhes jogos tradicionais cuja prática se está a perder, o que de certo modo é um empobrecimento cultural. Recomendável para meninos e meninas, com mais de 8 anos, a obra, com valor lúdico e pedagógico, é servida por uma ilustração sugestiva.

Mário Braga, Escritor e Recenseador da Fundação Calouste Gulbenkian

http://www.escritorfernandocardoso.com/index.php

This entry was posted in Literatura and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s