Domínio Público de Paulo Castilho

«Há neles uma melancolia persistente e, mais do que isso, um certo culto dessa mesma melancolia, encarada quase como um valor positivo, e um certo comprazimento com um grau de sofrimento interior que são muito nossos».

«Nós os portugueses, para além desse apego à melancolia, tendemos a ser desorganizados, a reagir a algo que nos aconteça disparando em todas as direcções, prescindindo de qualquer forma de pensamento táctico e temos ainda um individualismo muito forte que nos leva a acreditar que nos podemos safar enquanto indivíduos, mas nunca como grupo. Evidentemente que também temos outras características bem mais positivas como um forte sentido de solidariedade e entre-ajuda.»

This entry was posted in Literatura and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s