Seiva Trupe

seivatrupe

Seiva Trupe

Há 38 anos, um grupo de jovens actores profissionais, entre os quais, António Reis, Estrela Novais e Júlio Cardoso, resolveu pôr em prática uma ideia que já há anos vinha a germinar no pensamento de cada um deles.

Perante um teatro cada vez mais amordaçado pelo rigor da censura e comprometido, que não tinha em consideração os objectivos de toda uma actividade teatral, o público era inexoravelmente cada vez mais afastado das salas de espectáculo.

E foi assim que o tal grupo de jovens actores profissionais resolveu meter a ombros a tão difícil tarefa e criou no Norte do País uma Companhia de Teatro, integrada num projecto cultural que rompesse com tal estado de coisas e levasse aos públicos o teatro e a cultura que eles mereciam; reconhecendo os reduzidos parâmetros de motivação, mas ao mesmo tempo integrando-se e dinamizando o movimento do teatro independente que começava a despontar, tornando-se deste modo num exemplo para o aparecimento de outros novos agrupamentos profissionais no País.

Um teatro de rigor artístico, cultural e de comunicação.

Nestes 38 anos, a SEIVA TRUPE tem promovido um sem número de actividades paralelas, como: colóquios – conferências – recitais – mesas-redondas – estreitou laços de amizade com dezenas de colectividades – publicou cadernos de apoio – promoveu encontros de teatro – recitais de música contemporânea e de jazz – ciclos de cinema e apoiou técnica e artisticamente muitos agrupamentos. Promoveu diversos concursos de textos de teatro, de prosa e de poesia, editou serigrafias de teatro. Organizou e participou em diversas efemérides culturais.

Há vários anos que foi reconhecida como Instituição de Utilidade Pública (1993).

Tem participado em inúmeros festivais no país e no estrangeiro.

Organizou vários CURSOS DE TEATRO, por onde passaram centenas de pessoas, muitas das quais foram dinamizadas para orientação e ampliação de grupos de teatro amador de colectividades e de empresas, e outras dedicam-se ao ensino de teatro e outras ainda seguiram o profissionalismo.

Institui bienalmente o Prémio SEIVA destinado a distinguir as individualidades que através das suas obras ou das suas actividades mais tenham contribuído para o progresso, dignificação e prestígio das artes, das letras e das ciências, da cidade do Porto. Pelo seu significado e crivos de atribuição é hoje um dos mais representativos do Porto.

Foi um dos principais impulsionadores e criadores do FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica, bem como da fundação da Academia Contemporânea do Espectáculo, da ADN – Agência para o Desenvolvimento do Norte Teatral e da AMAR – Associação Mutualista dos Artistas – Casa do Artista/Norte.

Durante estes 38 anos de existência produziu 122 espectáculos de teatro, sendo de salientar que muitos deles obtiveram prémios importantes e de referência, tanto no País como no estrangeiro.

Condecorada pelo Presidente da República como o Grau de Membro Honorário da Ordem de Mérito – Dia Mundial do Teatro – 2010

Alguns números até 31/05/2011

– 7 246 REPRESENTAÇÕES

– 1 332 515 ESPECTADORES

– Mais de 212 000 Km percorridos nas suas digressões artísticas

This entry was posted in Instituições and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s