Que Importa a Fúria do Mar em Odeceixe

furiadomarAquela casa era o seu refúgio, aquela missão um reduto só dela onde mais ninguém podia entrar. Só ela e Joaquim.

E tu, mãe.

Às vezes empolgava-se com as suas narrativas, as perseguições pelos telhados da Marinha Grande, as prisões, o desterro, a longa viagem de barco nos porões como os escravos nas galés, o contacto com os marinheiros da revolta de 1936, a personalidade magnética de Lourenço que ela ainda não conseguia decifrar, a amizade tão verdadeira com Francisco. Outras vezes, maçava-se com a desconexão do discurso, a incoerência cronológica, as cartas, a intromissão de Luísa, sempre Luísa, Luísa, Luísa…

Luísa era a outra que nunca existira no seu casamento. Isso inquietava-a. Isso, e aquele fascínio que lhe provocavam os olhos verdes de um velho encarquilhado, consumido pela afronta da idade.

Se calhar ainda não tinha dado conta – ou talvez tivesse, não lhe apetecia racionalizar -, mas estava a viver uma vida alheia. Ela e um bando de homens, deslocalizados para a insalubridade de um campo de concentração. Num comboio, num barco, em sítios apertados, com fome, calor, sede e paludismo, mas cheio de testosterona. Ela, que vivia numa redacção, maioritariamente de mulheres, rodeada de cromossomas x.

E às vezes, na narrativa de Joaquim, introduzia-se um gato não previsto no guião, e uma ucraniana, e uma vozearia que reclamava de migalhas na roupa estendida. E Luísa, sempre Luísa.

pp. 115-116

DSC00547Maria Alzira Seixo na Praia de Odeceixe (extra-concurso)

This entry was posted in Geral and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s