A Quinta dos Animais em Lisboa

quintadosanimais– Camaradas – disse -, espero bem que todos os animais desta quinta dêem o devido valor ao sacrifício que o Camarada Napoleão fez ao arcar com este trabalho adicional. Não pensem, camaradas, que a liderança é um prazer! Pelo contrário , é uma enorme responsabilidade, bem pesada. Ninguém acredita mais convictamente do que o camarada Napoleão na igualdade entre todos os animais. Ele teria todo o gosto em deixar-vos tomar as vossas decisões sozinhos. Mas correríamos o risco de vocês tomarem as decisões erradas, camaradas, e depois, o que seria de nós?

Sem férias especificas, mas num relaxante fim de tarde no ‘Skylab’, releio A Quinta dos Animais de George Orwell.
É para mim um livro intemporal que revela bem o que a ganância faz aos homens. Muitas vezes tido como uma crítica a Estaline e à antiga URSS, é para mim muito mais que isso, porque podemos encontrar paralelismos com os EUA de Bush ou Obama ou a Alemanha de Merkel e qualquer governo de Portugal. Esta passagem transporta-me sempre para alguns discursos de José Sócrates ou Pedro Passos Coelho.

Tiago Vidigal, Lisboa

This entry was posted in Geral and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to A Quinta dos Animais em Lisboa

  1. António Chagas Dias says:

    Tradução por tradução, sempre preferi o libertário “Triunfo dos Porcos” a este mais literal “Quinta dos Animais”, mas não é por chamarmos encarnado ao vermelho que ele fica menos vivo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s