Armando Leça e a Música Portuguesa 1910-1940 de Maria do Rosário Pestana

9789896711061

 

Armando Leça foi uma figura nuclear no processo de construção de ícones e narrativas da «música portuguesa» e na sua disseminação junto de diferentes estratos da nossa sociedade, com impacto observável ainda nos dias de hoje. Desenvolveu acções pioneiras no âmbito da composição musical para cinema e para novos modelos performativos, e também no levantamento de músicas de matriz rural, tendo reunido a primeira colecção de registos sonoros extensiva a todo o continente português.

Este livro propõe uma abordagem à realidade musical portuguesa, através do enfoque na actividade de Armando Leça. Músico de intersecção, ele é uma personalidade-chave para compreender as trocas, as dinâmicas e os valores que enformaram a prática musical em Portugal nas três décadas que medeiam a implantação da República e a comemoração do duplo centenário, em 1940.

Armando Leça e a Música Portuguesa 1910-1940 é uma edição Tinta da China. A autora é Maria do Rosário Pestana e podemos ler algumas páginas do livro. Acrescente-se, a título de curiosidade, que Armando Leça era pai de Óscar Lopes e de Mécia de Sena, tendo sido, ainda, portanto, sogro de Jorge de Sena.

This entry was posted in Geral and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s