Memórias de um Amigo Imaginário de MATTHEW DICKS

MemoriasDeUmAmigoImaginarioPara amigo imaginário, tenho muita sorte. Tenho tido uma vida mais
longa do que a maioria. no passado, conheci um amigo imaginário cha‑
mado Philippe. Era o amigo imaginário de um dos colegas de Max na
escola infantil. Durou menos de uma semana. Um dia apareceu no mundo,
muito humano no seu aspecto, exceptuando o facto de não ter orelhas (há
muitos amigos imaginários que não têm orelhas) e, alguns dias depois,
já tinha desaparecido.
Também tive a sorte de Max ter uma grande imaginação. Conheci
um amigo imaginário chamado Chomp que não era mais do que uma
mancha na parede. Um borrão negro e mal definido, sem forma. Chomp
conseguia falar e deslocar‑se para cima e para baixo ao longo da parede,
mas só tinha duas dimensões, como uma folha de papel, e nunca podia
sair de lá. não tinha braços e pernas, como eu. nem sequer tinha cara.

http://www.planeta.pt/livro/memorias-de-um-amigo-imaginario-2

This entry was posted in Literatura and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Memórias de um Amigo Imaginário de MATTHEW DICKS

  1. um livro que não nos deixa indiferentes, perante a história contada e baseada em factos verídicos.
    Quantos de nós já tivemos , alguma vez, um amigo imaginário?
    Uma história tão terna e comovente que nos toca profundadamente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s