Blogue de Pedro Rolo Duarte

pedroroloduarte

Pedro Rolo Duarte tem percorrido, ao longo da sua vida profissional, todos os meios de comunicação social, incluindo, desde 2007, a blogosfera.

No seu blogue, continua a conciliar, de um modo estranhamente natural, emotividade e profissionalismo, intimismo e objectividade.

Segue-se o texto de abertura, de 15 de Novembro de 2007. A blogosfera agradece.

Explicação prévia

Num dos primeiros dias de Abril deste ano recebi o seguinte mail:

“Caro Pedro Rolo Duarte,

Como creio que será do seu conhecimento, assumi as funções de Director do “Diário de Notícias” no princípio do mês de Março. Desde então, tenho trabalhado na renovação de conteúdos e gráfica que será conhecida na próxima sexta-feira, 13 de Abril. Nesse dia, como é comum nestes momentos, vão desaparecer algumas secções e começar outras. Neste caso, termina o espaço de opinião semanal que o senhor assinava no “DN”. Não está em causa, naturalmente, a qualidade da sua colaboração, que sempre prestigiou o jornal. Trata-se, tão-só, de uma opção ligada a este momento de renovação. Espero que compreenda esta decisão, difícil, e possamos manter no futuro relações de colaboração mútua. Agradecendo todos os momentos da sua ligação ao “Diário de Notícias”, subscrevo-me com estima,

João Marcelino”

Quando acabei de ler o mail, na minha cabeça começou a germinar este blog.

Escrevi no DN consecutiva e ininterruptamente de 1982 a 2007. Vinte e cinco anos. Em Janeiro de 2006, a direcção anterior tinha acabado com o suplemento DNA, numa primeira “ideia” de renovação. Agora, a nova direcção de João Marcelino – onde estão também, entre outros, a Catarina Carvalho e o Ferreira Fernandes… – entendeu que a mudança passava pelo meu nome. Ou melhor: pelo fim do meu nome nas páginas do jornal.

Decidi, nesse dia de Abril, deixar passar meio ano – o tempo certo para olhar o mundo com outros olhos, porventura mais humildes, equacionar outras ideias, propostas, projectos. Estamos em Novembro, os 6 meses estão mais do que vencidos. É então tempo de voltar. Fecham-se portas, abrem-se janelas.

Um blog? Porque não um blog? Um post por dia, todos os dias. Os meus dias assim serão.

This entry was posted in Media and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s