Viagens de Paul Bowles

“O que nós (americanos) queremos é experimentar aquele brilho que chega a um indivíduo quando ele sente para lá de qualquer dúvida que é uma parte integral, ainda que infinitesimal, da continuidade histórica. E a Europa, caso nos aproximemos dela sem ideias preconcebidas quanto àquilo que constitui a sua “cultura” – simplesmente com um pouco de humildade e um pouco de imaginação – oferece-nos essa infância perdida, a infância que nunca aconteceu, mas cuja evocação pode ser de grande auxilio para nos ajudar a situarmo-nos no tempo e no espaço. É o primeiro passo, o passo indispensável, em direcção a sabermos o que somos para nós e o que somos no mundo”.

via Pedro Rolo Duarte ( http://pedroroloduarte.blogs.sapo.pt/)

 

This entry was posted in Literatura. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s