Mercado do Livro – Porto

MERCADO DO LIVRO 2015 MUPIE

A iniciativa organizada pela Calendário de Letras, com o apoio da Câmara Municipal do Porto, através da Porto Lazer, vai reunir mais de 30 mil títulos de 150 editoras nacionais e estrangeiras, a preços bastante convidativos.

Com entrada livre, o Mercado do Livro decorrerá ao longo das próximas três semanas, sempre entre as 10h00 e as 20h00.

This entry was posted in Geral and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Mercado do Livro – Porto

  1. lucenagaia says:

    Exºs Senhores ,

    Com Autor da Colectânea dedicada a Viagens e Rotas realizadas e título “Diários de Um Globe Trotter”, gostaria de ver publicada no vosso Blog a notícia do lançamento dos 7º e 8º Livros da Colecção , dedicados à Argentina e ao Chile – 4º Volume dos “Diários de Um Globe Trotter”-, com Lançamento no próximo dia 27 de Março, na Ordem dos Engenheiros em Lisboa . Podem-me informar o endereço mail apropriado, para enviar o texto da notícia ?

    Melhores cumprimentos,

    José Lucena Gaia

    • António Fernando Nabais says:

      Caro Senhor

      Teremos todo o prazer em divulgar o lançamento do seu livro, desde que não tenha adoptado o acordo ortográfico. Pode enviar-nos mais informações para o endereço portuguesdefacto@gmail.com.

      Muito obrigado

      • Caro Sr. António Nabais,

        Acabo de ler a sua mensagem no sítio “Português de Facto”, com a dúvida se estou de acordo com o novo “Acordo” Ortográfico e se na minha escrita e Livros de que sou Autor pratico essa grotesca e ridícula caricaturização do Português.

        Óbviamente que não !

        E saliento mesmo a importância que o Português em desacordo expresso com o referido “acordo” tem na similitude das suas raízes latinas quer com o Inglês, quer com o Francês, que são as línguas vulgarmente praticadas no decurso e não só das minhas Viagens e Rotas pelo Mundo fora. Chamo a tal – Raízes Linguísticas .

        Conheço bem, aliás era bem fácil adivinhar a subserviência do débil Estado Português, na transição do Séc XX para o XXI, quando na ONU e seu Conselho de Segurança nasceu a confrontação do Português com o dialecto Brasileiro e a pressão Brasileira que o seu dialecto fosse adoptado como o verdadeiro Português … (Os Talibãs também destruiram património cultural da Humanidade, e ainda neste momento assistimos a idêntica barbárie pelo ISIS no Iraque)

        E realço mesmo para além do GROTESCO “ACORDO”, resultante desses tempos , que visava afirmar o Português adulterado como mais conforme ao Brazuka, e que o Brasil e Angola sacudiram da mesa de negociação com um simples piparote (…) , o RIDÍCULO para Portugal em manter um “acordo”, a que as principais Potências Económicas Mundiais que falam e escrevem o Português (Angola) e um dialecto baseado no Português (Brasil) deram cabal e pragmático NÃO.

        Com os melhores cumprimentos , e esperando ter ficado bem expressa a minha profunda aversão e recusa ao Novo “Acordo” Ortográfico.

        José Lucena Gaia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s