Portugal, de Miguel Torga

500_9789896603489_miguel_torga_portugal

Mas a lengalenga não enterneceu o pedaço de chão que nos mandara ser inquietos e temerários. Cada vez mais seguro da sua força indicadora, que a própria inactividade acumulava, e a que bastaria apenas actualizar o sentido aliciante de outrora, endureceu as linhas do perfil, repuxou os músculos da fisionomia, e negou-se à degradação de se ver transformado num cemitério de renúncia colectiva – necrópole onde os cadáveres não fossem os mortos do passado, mas os vivos do presente.

— Miguel Torga, Portugal, Alfragide: BIS/Leya, Março de 2015 [1.ª edição: 1950], p. 97.

Nótulas:

1 – “Este livro segue a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico de 1990” (p. 4).

2 –  Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 é o nome da coisa.

This entry was posted in Literatura and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s