Monthly Archives: November 2017

Avieiros, de Alves Redol

O escritor não é ser passivo ante o mundo que o cerca. Apaixona‑se sempre. A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica. Recusa padrões, fórmulas, os caminhos fáceis … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , | Leave a comment

Vida e Obra de Fernando Pessoa, de João Gaspar Simões

E cumpria, mas cumpria sempre com atraso. Colaborava agora, regularmente, na Presença. E os directores da revista projectavam publicar-lhe a obra. Mas era preciso extraí-la dos papéis avulsos, da sua «biblioteca virtual» de poemas inéditos, como dizia. E nunca chegava … Continue reading

Posted in História, Literatura | Tagged , | Leave a comment

Poemas Escolhidos, de W. B. Yeats (tradução de Frederico Pedreira)

*** UM DIÁLOGO ENTRE O EU E A ALMA […] Estou satisfeito por perseguir até à origem Tudo o que decorre da acção e do pensamento; Examinar o todo; perdoar-me por esse todo! Quando alguém como eu espanta o remorso, … Continue reading

Posted in Literatura, Tradução | Tagged , , , | Leave a comment