Vida e Obra de Fernando Pessoa, de João Gaspar Simões

pessoa

E cumpria, mas cumpria sempre com atraso. Colaborava agora, regularmente, na Presença. E os directores da revista projectavam publicar-lhe a obra. Mas era preciso extraí-la dos papéis avulsos, da sua «biblioteca virtual» de poemas inéditos, como dizia. E nunca chegava a dispor de uns momentos para tal. Os seus projectos de obras completas estavam elaborados. Em carta de 28 de Julho de 1932, expunha-me um plano minucioso. (1) Portugal, (2) Livro do Desassossego, (3) Poemas Completos de Alberto Caeiro, (4) Cancioneiro. O pior era arrumar, escolher, copiar, pôr em ordem.

— João Gaspar Simões, Vida e Obra de Fernando Pessoa, D.Quixote/Leya, 6.ª Edição, Setembro de 2017, p. 780.

«Este livro segue a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico de 1990»

Pessoa2

A propósito desta nótula, recordemos outras nótulas aqui deixadas, para outras obras.

Acabo de saber que Pedro Correia, do Delito de Opinião, já fizera merecida referência à excelência ortográfica desta importante obra. Óptimo!

Advertisements
This entry was posted in História, Literatura and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s