Puxar a Brasa à Nossa Sardinha, de Andreia Vale

puxar-a-brasa-a-nossa-sardinha

Há milhares de páginas na Internet com milhares de referências e devidas explicações. Reuni-las é como um poço sem fundo! Devo confessar que me deu água pelas barbas (duas de seguida, já está!). Estamos sempre a ouvi-las, mas também as lemos em títulos de notícias, artigos de opinião, editoriais e por aí fora… Conhecemos bem as expressões em português de Portugal e, mesmo com um oceano a separar-nos, já adoptámos muitas do português do Brasil.
As expressões idiomáticas são do idioma, por isso, são do povo, democráticas. Não olham a raça, etnia, filiação, grau de escolaridade, classe ou extracto bancário.

— Andreia Vale, “Puxar a Brasa à Nossa Sardinha”, Manuscrito Editora, 1.ª Edição, Julho de 2015.

Nótula na ficha técnica: “A autora escreve de acordo com a antiga ortografia”.

Livro já sugerido por Pedro Correia, no Delito de Opinião. Cheguei lá pela areia atirada para os olhos, devido à arena atirada para os nossos óculos.

This entry was posted in Geral, língua portuguesa and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s