Author Archives: Francisco Miguel Valada

Aulas de Literatura – Berkeley, 1980, de Julio Cortázar (tradução de Miguel Filipe Mochila)

Recentemente, durante um voo da cidade onde moro (por acaso, aquela onde nasceu Cortázar) para os Estados Unidos (não, não foi para Berkeley), li com bastante agrado as Clases de literatura – Berkeley, 1980. Acabo de descobrir que existe uma … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , | Leave a comment

A Escada de Istambul, de Tiago Salazar

  Nótula na ficha técnica: Este livro segue a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico de 1990. A propósito desta nótula, recordemos outras nótulas aqui deixadas, para obras de Nunes Barata, Torga e Pulido Valente. – Contentas-te com a imagem de um banqueiro mundano, … Continue reading

Posted in História, Literatura | Tagged , | Leave a comment

Poemas Escolhidos, de T.S. Eliot

Estou a ficar velho… Estou a ficar velho… Hei-de andar com a dobra da calça revirada. E se eu puxar atrás o risco do cabelo? Arrisco-me a trincar um pêssego? Hei-de vestir calça de flanela branca e passear na praia. … Continue reading

Posted in Geral, Literatura | Tagged , , , , | Leave a comment

Guia de Enoturismo em Portugal, de Maria João de Almeida

Na página 2 deste Guia, podemos encontrar a seguinte “nota da autora”: Nota da autora: este guia foi orgulhosamente escrito em defesa da língua portuguesa, respeitando o Acordo Ortográfico de 1945. Efectivamente, eis dois excelentes exemplos, da página 51 A … Continue reading

Posted in turismo | Tagged , , , | Leave a comment

Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP)

O Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP) inaugura o seu novo Programa de Exposições, no dia 17 de Setembro, entre as 17h00 e as 21h00, com os projectos individuais de: ADRIANA MOLDER (PT) BEATRICE CARACCIOLO (IT) INÊS TELES (PT) (parceria … Continue reading

Posted in Arte | Tagged , | Leave a comment

Hamlet, de William Shakespeare (tradução de António M. Feijó)

Polónio Ofélia, põe-te a andar aqui.  — Senhor, se vos apraz, Escondamo-nos. — Lê aqui neste livro, Que a aparência desse acto possa colorir-te A solidão. — Muitas vezes somos culpados disto, Em demasia provado, que, com ar de devoção E … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , , | Leave a comment

Amor e outras pedras preciosas, de Gilda Nunes Barata e Danuta Wojciechowska

  «A obra da escritora Gilda Nunes Barata, com desenhos da ilustradora Danuta Wojciechowska, foi oferecida pela autora à APCL e conta a história da luta de uma “gota preciosa” que vivia numa poça de água que fica doente, numa … Continue reading

Posted in literatura infantil | Tagged , , , , | Leave a comment

De Mal a Pior, de Vasco Pulido Valente

À esquerda e à direita anda por aí muita gente indignada por causa do protectorado de que Portugal sofreu e, segundo alguns patriotas sem mancha nem tumor, continua a sofrer. Isto deixa um indivíduo de boca aberta por duas razões. … Continue reading

Posted in política | Tagged , , , | 2 Comments

Diário do Farol – A Ilha, a Cadela e Eu , de Ana Cristina Leonardo

Avançamos pela areia dura. Eu caminho em linha recta, ela corre aos esses, levando e trazendo os paus e as conchas que lhe atiro para longe, na direcção do mar. A água já não a assusta. Ainda assim, quando as … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , | Leave a comment

O ACTO DA PRIMAVERA: PORTO EN DE MODERNITEIT 04.03 > 29.05

Lamentavelmente, a RTP refere-se ao ciclo  O Acto da Primavera: Porto en de moderniteit na confusão gráfica habitual: Em Bruxelas, vai decorrer o ciclo intitulado “O ato da Primavera: Porto e a Modernidade”. É verdade que a Primavera é Primavera, mas … Continue reading

Posted in cinema | Tagged , , , , , , | Leave a comment