Author Archives: Francisco Miguel Valada

Avieiros, de Alves Redol

O escritor não é ser passivo ante o mundo que o cerca. Apaixona‑se sempre. A diferença entre um escritor e um aprendiz, ou um medíocre, é que naquele nunca a paixão se faz retórica. Recusa padrões, fórmulas, os caminhos fáceis … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , | Leave a comment

Vida e Obra de Fernando Pessoa, de João Gaspar Simões

E cumpria, mas cumpria sempre com atraso. Colaborava agora, regularmente, na Presença. E os directores da revista projectavam publicar-lhe a obra. Mas era preciso extraí-la dos papéis avulsos, da sua «biblioteca virtual» de poemas inéditos, como dizia. E nunca chegava … Continue reading

Posted in História, Literatura | Tagged , | Leave a comment

Poemas Escolhidos, de W. B. Yeats (tradução de Frederico Pedreira)

*** UM DIÁLOGO ENTRE O EU E A ALMA […] Estou satisfeito por perseguir até à origem Tudo o que decorre da acção e do pensamento; Examinar o todo; perdoar-me por esse todo! Quando alguém como eu espanta o remorso, … Continue reading

Posted in Literatura, Tradução | Tagged , , , | Leave a comment

Vocabulário para o Projecto de Estruturas, de Luís Leite Pinto

Com as terminologias em português, inglês e francês, esta segunda edição conta com mais de 1800 termos técnicos, entre eles, 400 vocábulos adicionais em relação à edição anterior, essencialmente no domínio da construção. Por opção do autor, este livro não … Continue reading

Posted in Ciência, sem acordo ortográfico | Tagged , | Leave a comment

Eléctrico 28, de Davide Cali e Magali Le Huche

Amadeu est conducteur de tram à Lisbonne, mais pas un conducteur de tram comme les autres. Dans son Électrico 28, c’est le bonheur total : les gens tombent tous amoureux, grâce à sa panoplie de manoeuvres habiles et amusantes. Tous … Continue reading

Posted in literatura infantil | Tagged , | Leave a comment

Aulas de Literatura – Berkeley, 1980, de Julio Cortázar (tradução de Miguel Filipe Mochila)

Recentemente, durante um voo da cidade onde moro (por acaso, aquela onde nasceu Cortázar) para os Estados Unidos (não, não foi para Berkeley), li com bastante agrado as Clases de literatura – Berkeley, 1980. Acabo de descobrir que existe uma … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , | Leave a comment

A Escada de Istambul, de Tiago Salazar

  Nótula na ficha técnica: Este livro segue a grafia anterior ao Novo Acordo Ortográfico de 1990. A propósito desta nótula, recordemos outras nótulas aqui deixadas, para obras de Nunes Barata, Torga e Pulido Valente. – Contentas-te com a imagem de um banqueiro mundano, … Continue reading

Posted in História, Literatura | Tagged , | Leave a comment

Poemas Escolhidos, de T.S. Eliot

Estou a ficar velho… Estou a ficar velho… Hei-de andar com a dobra da calça revirada. E se eu puxar atrás o risco do cabelo? Arrisco-me a trincar um pêssego? Hei-de vestir calça de flanela branca e passear na praia. … Continue reading

Posted in Geral, Literatura | Tagged , , , , | Leave a comment

Guia de Enoturismo em Portugal, de Maria João de Almeida

Na página 2 deste Guia, podemos encontrar a seguinte “nota da autora”: Nota da autora: este guia foi orgulhosamente escrito em defesa da língua portuguesa, respeitando o Acordo Ortográfico de 1945. Efectivamente, eis dois excelentes exemplos, da página 51 A … Continue reading

Posted in turismo | Tagged , , , | Leave a comment

Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP)

O Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP) inaugura o seu novo Programa de Exposições, no dia 17 de Setembro, entre as 17h00 e as 21h00, com os projectos individuais de: ADRIANA MOLDER (PT) BEATRICE CARACCIOLO (IT) INÊS TELES (PT) (parceria … Continue reading

Posted in Arte | Tagged , | Leave a comment