Tag Archives: poesia

Clave de Sol – Chave de Sombra: Memória e Inquietude em David Mourão-Ferreira, de Teresa Martins Marques

O presente livro resulta da tese de doutoramento da autora, apresentada na Universidade de Lisboa, agora muito ampliada e refundida, tendo como alvo um público não apenas académico. Estudo integrador dos diversos géneros que configuram a Obra de David Mourão-Ferreira, … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Três Vozes Poéticas

Posted in Geral | Tagged , , , | Leave a comment

O Fruto da Gramática de Nuno Júdice

CONTRALUZ A luz do fundo imprime o seu perfil com a nitidez de um acordar em Setembro, sentindo o ar frio do outono contra as faces rosadas. No entanto, é como se tivesse mil anos na sua alma, mil gavetas … Continue reading

Posted in Geral | Tagged , , , , , | Leave a comment

O CAOS ÀS PORTAS DA ILHA» DE A. PEDRO RIBEIRO

A obra divide-se em duas partes: uma em poesia, «A minha vida», outra em prosa, «Braga 2011/2013». A primeira parte trata dos filmes da vida do poeta, do álcool, da transgressão, das bebedeiras, mas também da vida na confeitaria de … Continue reading

Posted in Geral | Tagged , , , , , , | Leave a comment

O Holocausto dos animais

João Luís Barreto Guimarães Há uns anos, quando tive a oportunidade de organizar com Eugénio de Andrade a antologia de poesia contemporânea sobre gatos “Assinar a Pele”, escolhi para epígrafe o dictum de Jane Burden, a musa Pré-Rafaelita, “A dog, … Continue reading

Posted in Literatura, Media | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Colóquio Internacional “O dia triunfal de Fernando Pessoa”

7 e 8 de Março de 2014, em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian (https://www.facebook.com/pages/Estranhar-Pessoa/237845559627903 )

Posted in Literatura | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Escrito nas Árvores, Anamar

… rasgam-se véus de teias murcham pétalas ideias veneno anil sol e sal lamento visceral putrefacta a alma do poeta maldito. Sou poema proibido lago rio esquecido mar de lama afrodisíaca sangue e suor sou s.u.s.p.i.r.o (e respiro) … in … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , , , , | Leave a comment

Um Instante Assim de Cristina Silveira de Carvalho

Tule floresta adentro partimos à aventura como quem semeia de estaca a alegria os sabores de infância e a candura e depois recolhe do chão a fantasia o mundo escondido p’ra lá do nevoeiro devolve-nos os cheiros e a serenidade … Continue reading

Posted in Literatura | Tagged , , , , | 2 Comments

Alberto Caeiro na Guarda, com André Gago

Posted in Geral | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

António Ramos Rosa (Faro, 17 de Outubro de 1924 – Lisboa, 23 de Setembro de 2013)

Quem escreve Quem escreve quer morrer, quer renascer num ébrio barco de calma confiança. Quem escreve quer dormir em ombros matinais e na boca das coisas ser lágrima animal ou o sorriso da árvore. Quem escreve quer ser terra sobre … Continue reading

Posted in Geral | Tagged , , , , , | Leave a comment